Ilustração por

Sobre contos e pespontos

Entre um conto e outro, alguns pespontos. Preciso dos pespontos para manter o principal equilibrado e firme. Preciso todo o tempo... Aprendi a pespontar quando a minha mãe me ensinou a fazer flores. Não, não se aprende a pespontar quando se faz flores. Essas apenas me lembram a minha mãe que me ensinou a pespontar os arranjos que a vida nos dá.



sábado, 5 de setembro de 2015

Rol

Em um curto espaço de tempo, tudo quebrado: a geladeira, o ar condicionado, duas malas, uma tacinha de licor, um cordão de pedras, a pulseira há muitos anos no punho esquerdo. E também meu coração.

Suzana Guimarães