Ilustração por

Sobre contos e pespontos

Entre um conto e outro, alguns pespontos. Preciso dos pespontos para manter o principal equilibrado e firme. Preciso todo o tempo... Aprendi a pespontar quando a minha mãe me ensinou a fazer flores. Não, não se aprende a pespontar quando se faz flores. Essas apenas me lembram a minha mãe que me ensinou a pespontar os arranjos que a vida nos dá.



quarta-feira, 30 de junho de 2010

WALT WHITMAN


" Eu parto com o ar – sacudo minha neve branca ao sol que foge

Desfaço minha carne em redemoinhos de espuma,

Entrego-me ao pó para crescer nas ervas que amo;

Se queres ver-me novamente, procura-me sob teus pés.

Dificilmente saberás quem sou ou o que significo;

Não obstante serei para ti boa saúde

E filtrarei e comporei teu sangue.

E se não conseguires encontrar-me, não desanimes;

O que não está numa parte esta noutra

Em algum lugar estarei a tua espera"



       walt whitman