Ilustração por

Sobre contos e pespontos

Entre um conto e outro, alguns pespontos. Preciso dos pespontos para manter o principal equilibrado e firme. Preciso todo o tempo... Aprendi a pespontar quando a minha mãe me ensinou a fazer flores. Não, não se aprende a pespontar quando se faz flores. Essas apenas me lembram a minha mãe que me ensinou a pespontar os arranjos que a vida nos dá.



domingo, 31 de outubro de 2010

NA DÚVIDA


arquivo pessoal

Ele não sabe se deixa a casa fechada, se deixa a casa aberta

Creio que é melhor engolir a chave

Ela comprou a passagem

Libertou a ave

Creio que deixou a bagagem

Ele alcançou a blindagem

Ela se foi no voo das milhagens

(Suzana Guimarães)