Ilustração por

Sobre contos e pespontos

Entre um conto e outro, alguns pespontos. Preciso dos pespontos para manter o principal equilibrado e firme. Preciso todo o tempo... Aprendi a pespontar quando a minha mãe me ensinou a fazer flores. Não, não se aprende a pespontar quando se faz flores. Essas apenas me lembram a minha mãe que me ensinou a pespontar os arranjos que a vida nos dá.



domingo, 3 de outubro de 2010

SOL E LUA


ilustração, R.Meneghini
Gabriel é meu primo, ele tem 11 anos. Ele vive muito, muito longe de mim... sinto saudades de quando minha mãe, a Suzana, carregava aqueles meninos todos dentro do carro e eu reinava única, absoluta, idolatrada por eles. Fingia que nem os via, gritava por qualquer coisa, pelo bico que havia caído, por mamadeira, pelo meu bebê de pano ou por nada mesmo, só para vê-los parados, de olhinhos fixos em mim, falando como se eu fosse bebezinha. A verdade é que já nasci mocinha e o que eu queria era apenas que eles parassem de gritar e ficassem a me olhar.

O Gabriel enviou este presente para mim, um poema que fala sobre Sol e Lua, o escuro e a luz.
                                                                                                     
Obrigada, Gabriel! Gosto de ser regida pelo Sol, mas quem me encanta é ela, a Lua.

Beijos,

Lily

  "Sol e Lua.

Duas forças místicas.

Sol brilha.

Lua ilumina.

Juntos formam o Eclipse.

Mas na longa escuridão,

Surge um grande clarão.

O Sol aparece,

Mas logo se põe.

A Lua acorda

Com sua grande iluminação."
 
( G.A.S.G.)
 
 
Quer conhecer o Gabriel? Clica no endereço abaixo:
http://gabstorm-contosdefabulas.blogspot.com