Ilustração por

Sobre contos e pespontos

Entre um conto e outro, alguns pespontos. Preciso dos pespontos para manter o principal equilibrado e firme. Preciso todo o tempo... Aprendi a pespontar quando a minha mãe me ensinou a fazer flores. Não, não se aprende a pespontar quando se faz flores. Essas apenas me lembram a minha mãe que me ensinou a pespontar os arranjos que a vida nos dá.



segunda-feira, 16 de maio de 2011

DOCE HOMEM (II)


(imagem retirada da Internet)


Doce homem doce, caramelado, mel bronzeado, olho e gosto e sempre provo. Tu me lembras canela queimada, sou tua amada e me rio da tua passada. Homem doce, vem você de novo, debaixo de meus mormaços, vem para os meus braços, encalorados, vem em pluma, na beirada da praia em noite sem Lua. Homem doce, de riso solto, que me prende e me deixa afoita e que toca e me deixa sem rota... Desejos rubros, te olho nos olhos, encontro em rumo esculpido desejo, gosto sim deste teu jeito jocoso de quem goza e me olha e me sufoca e me deixa cristalizada... de tão eternizada neste teu balanço, nestes teus braços que me prendem nesta pele queimada da costa, sem desenho, sem cheiro, pura mistura, eu me abro, me fecho, te prendo, já conheço teu espaço, de cima a baixo. Vem você de novo e me pega de jeito, me põe no teu peito, ri do meu rosto em gozo, diz palavras roucas, profanas, adorna as brancas, aquelas que deixei vazar no vão dos olhos, quando tu passavas por mim e em mim deixavas...

aquele doce caramelo de mel, lambuzado de desejo de mim.

por Suzana Guimarães


 
 

24 comentários:

  1. Um doce de homem assim quem não abusa?rs...

    Lindo tua prosa poética amiga

    Beijos

    Maria

    ResponderExcluir
  2. Adorei seus textos...são bem enigmáticos e encatadores.Bja querida!!!

    ResponderExcluir
  3. Que deliciosa descrição...
    Sorte sua amiga...
    Bom dia.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. a suavidade da brisa
    que traz junto o calor
    dos corais
    ...

    Maravilhoso.

    ResponderExcluir
  5. Assim, de forma tão bem descrita, só pode o mel ficar entre os lábios e os ensejos na pele e talvez na alma.

    bacio
    desejos de uma linda semana pra ti.

    ResponderExcluir
  6. Su, minha linda, que tesão de homem que vem e enrosca. deixa saliva e sorte.
    Maravilhoso!
    Viajei, viajei...
    Bj grande e linda semana

    ResponderExcluir
  7. Que prosa encantadora que enleva a quem a lê.
    Lê-se em um folego só, na fluidez das palavras que escorrem sonoramente como um gozo lambuzado de desejo.É muito gostosa esta cumplicidade explicita.

    bjo

    ResponderExcluir
  8. Su, que delicia de homem é esse???
    Viajei!!!
    BeijosSSSS e obrigada pelo seu carinho la no meu cantinho...me faz tão bem!

    ResponderExcluir
  9. Que Ébano hem lindona?
    Esse poema está cheio de ginga moça.
    Poesia leve,
    solta fêmea,
    menina,
    mulher,
    exultante,
    toda entrega.
    Na flor do amor , um botão e sementes .
    Germina moça todos esses encantos.

    Beijinho Su.
    Fernanda

    ResponderExcluir
  10. Depois de toda essa descrição doce, só nos resta brindar os beijos caramelo de mel. Delícia!

    ResponderExcluir
  11. Um 'muso' inspirador, um texto para aliviar.

    Divirto-me com esse 'DOCE HOMEM', pelo visto alcançarei o 'DOCE HOMEM # 10'.

    As divindades inspiradoras eram chamadas de 'musas', até aí, tudo bem, mas não existe uma palavra para o homem inspirador, não?

    ResponderExcluir
  12. Lily: Lindo esse teu texto em Prosa poética, adorei. Ja postei no meu blog silenciodosmeussonhos um soneto dedicado a suzana e a Lily, desde Ja te peço desculpa, mas senão gostares eu retiro do meu blog.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  13. O masculino de "musa" deve ser "muso", mas parece-me meio esquisito. Estranhas palavras para ocupar espaços em relatos definidos assim com tanta maestria pela poeta(poetiza?) que extrai de dentro, do fundo, imagens e as coloca em folhas (?) para nosso deleite.
    Gostei deste poema.

    ResponderExcluir
  14. Suuuu,

    Afemariamãedenóstodosamém!!!!!!!!

    Que Homem é esse que lambuza, toca, enrosca, torce, retorce, inebria, entonteceeee...

    (Surtei aqui hehehe).

    MARAVILHAAAAAAAAAAAAAAA Su!!

    Um beijoooo!!!

    ResponderExcluir
  15. Que bom que voltou a postar!

    Que poema é esse??? VIVOOOO! LINDO! DOCE HOMEM...
    que sensibilidade e visão diferente da vida tens... que ângulo/olhar de mulher poeta! Amo sua escrita Susana/Lily!
    Em o Doce Homem 1, "corpo cavernoso... mãos de nuvem... " que raridade isto! é preciso ser feliz com o corpo e com Deus-interior pra escrever bem desse jeito!!!

    Amei de verdade!!!

    ResponderExcluir
  16. eu tenho um doce assim, perto de mim, e me lambuzo sempre! rs

    ResponderExcluir
  17. Quanta doçura!
    A gente pôde sentir o gosto de tudo.

    ResponderExcluir
  18. Doce Amiga: Tudo que eu escrevo é só para vos ver feliz, porque não quero flores murchas no meu eterno jardim e sabes que as minhas flores são todos amigos e amigas mesmo sendo virtuais,fiquei contente por teres gostado, nada faço por maldade, mas há pessoas que pensam que quando eu falo nas minhas flores, que são pessoas com quem eu tenho outras relações alem da amizade, por isso que que eu as vezes tenho receio de Escrever.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  19. Ah fiquei mais carente ainda!
    Covardia Lily.
    Quero um pra chamar de meu ! um que me livre da fera da solidão, me salve do dragão!! rs
    como dizia a minha vó "antes mal acompanhada do que só "! rsrs
    Qeu que seja assim como voce desenhou , docinho.
    Estou gostando muito desse homem lambuzado ,
    onde o caçarei? rsrs descreva-o mais !! está ficando bom !
    Obrigada pela delícia e
    beijinhos Lily abraços também.

    ResponderExcluir
  20. Hoje quis doce...mas só ficou o agridoce! Mas é assim, às vezes mel, outras apimentado, e, algumas outras vezes: agridoce!
    Uma noite quente, apesar da chuva e do coração como um tambor, a felcidade bate nele!
    Um cheiro, como dizemos por aqui!

    ResponderExcluir
  21. Lindo texto, sempre de rico vocabulário teus escritos! Adoro tb sua visita e obrigada pela dica. Já havia pensado nisso também. Vou parar para atualizar tds meus escritos e formatá-los sim...Um beijo! Seja sempre bem vinda!

    ResponderExcluir
  22. Su, que delícia de texto. Um homem doce, para uma mulher de palavras doces. Na medida certa.

    ResponderExcluir
  23. Uau, hoje tu é só doce,
    aliás sempre é, prova disso
    é teu ultimo comentário no
    meu blog, me faz um bem danado
    quando tu apareces tbm, sempre
    ganha sorrisos.

    Um beijo grande e doce!

    ResponderExcluir
  24. Hummm... quanta saudade e nostalgia desse doce homem!!!

    Gamei e me inspirei!

    Beijo grande, querida... Você arrasa sempre!

    ResponderExcluir

A caixa para comentários está novamente aberta. Contudo, agora, "os comentários passam por um sistema de moderação. Não serão aprovados os comentários:
- não relacionados ao tema do post;
- com pedidos de parceria;
- com propagandas (spam);
- com link para divulgar seu blog;
- com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;"
- com luzinhas e pequenos corações saltitantes porque pesam a página.